12 janeiro 2016

[Resenhando]:[Cidade De Vidro][Cassandra Clare]

TÍTULO: CIDADE DE VIDRO
SERIE: OS INSTRUMENTOS MORTAIS
VOLUME: 03
ISBN: 9788580577157
IDIOMA: PORTUGUÊS
ENCADERNAÇÃO: BROCHURA
GÊNERO: AVENTURA/FANTASIA
FORMATO: 16 X 23 CM
PÁGINAS: 404
ANO DE EDIÇÃO: 2014
EDIÇÃO: 17ª
EDITORA: GALERA
AUTOR: CASSANDRA CLARE
TRADUTOR: RITA SUSSEKIND
CLASSIFICAÇÃO:
SINOPSE:
 Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.

RESENHA:
Os eventos desse livro iniciam exatamente uma semana depois do término dos eventos de Cidade das Cinzas. A história é narrada em terceira pessoa, sob a perspectiva de vários personagens, como Clary, Jace, Simon, Isabelle e Alec. É considerado um dos melhores livros da série Os Instrumentos Mortais, intitulado Cidade de Vidro é considerado um dos melhores livros da saga, entre os leitores. É onde finalmente conhecemos Idris, a cidade dos Caçadores de Sombras que é muito citada ao longo dos dois livros anteriores, e de tanto ouvirmos sobre a cidade, é extasiante finalmente conhece-la.
 Nesse livro acompanhamos a busca de Clary por Ragnor Fell, um feiticeiro que será capaz de ajudar sua mãe.  Mostrando que seus poderes estão melhorando a cada vez, ela é capaz de criar um portal que a leva até Idris. E nesse livro que começamos a entender um pouco mais sobre todo esse novo mundo que Clary nos apresentou.
 Jace ainda continua afastando Clary na tentativa de esquece-la. O final desse livro pra mim era pra ter sido o final da saga, visto que todos os pontos foram esclarecidos e tudo havia sido resolvido, mas infelizmente não foi o que aconteceu e novos pontos foram abertos nesse livro, o que deixou um espaço para os livros seguintes.

 A narrativa que a Cassandra Clare utiliza em seus livros, é um pouco mais rebuscada em comparação a outros autores que já li, mas isso só enriquece a história, as vezes se torna um pouco cansativa, mais nada que atrapalhe a compreensão, não posso negar que Cassandra Clare sabe como contar uma história. Porém, ainda sinto que a escrita dela não me agrada totalmente, falta algo que anida não consegui identificar. Cassandra Clare, o modo como ela conta a história, de uma maneira gradual e lenta na medida certa, e explorando cada sentimento e cada situação dos seus personagens, o que acaba por causar muita tensão e agônia.

 Em todos os livros da saga, a autora Cassandra Clare, sempre introduz uma citação de alguma obra famosa, o que na minha opinião da um ar a mais nos livros, e com certeza deixa a obra mais atrativa, pois as citações que são empregadas por ela sempre tem ligações com o enredo do seu livro, nos dando assim um pouco do que está por vir na sua leitura.

Os acontecimentos não desenvolvem-se de maneira furiosa, pelo contrário, o andamento da trama é normal, acelerando em alguns pontos, e reduzindo em outros. Pode se dizer que seja a calmaria antes da tempestade.

Confira o meu canal no YouTube Clicando Aqui!

3 comentários:

  1. Quero muito ler essa série, já vi algumas pessoas falando super bem e super me interessei depois da sua resenha. Não leria se a escolha fosse visualmente, confesso, mas parece ser bom.

    Mergulhares | Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Fico feliz que tenha gostado da resenha, realmente é uma série muito boa até o terceiro livro.
      Quanto a escolha visual, já perdi bastante histórias fantásticas por esse motivo.
      Em breve vai ter vlog resenhando esse livro, confere lá no canal!

      Abçs!

      Excluir