14 fevereiro 2018

BRINDES DO MCLANCHE FELIZ FEVEREIRO DE 2018

|


 Com o sucesso da coleção de pelúcias Beanie boo's como coleção escolhida para o mês de Janeiro de 2018 no McLanche Feliz e tendo previsão de continuar até o dia 14 de Fevereiro de 2018, a empresa McDonalds por meio do seu perfil oficial nas redes sociais já divulgou a coleção de Fevereiro que irá substituir as pelúcias Beanie boo's nos brindes do McLanche Feliz, tendo previsão de começar a ser disponibilizado a partir do dia 14 de Janeiro. Os brinquedos vêm como brinde do combo do McLanche Feliz, mas também podem ser comprados separadamente, por valores que costumam ficar em torno de R$ 12. Depende da sua região.

Snoopy é um cão de raça beagle, personagem da história em quadrinhos "Peanuts", criado por Charles Schulz, é um cão extrovertido com complexo de Walter Mitty, com muitas virtudes. A maior parte delas não são reais, mas sonhos que fazem parte do seu mundo de fantasia, que aparecem quando Snoopy dorme no telhado da sua casota.

 Muitos dos momentos memoráveis dos "Peanuts" ocorreram durante esses sonhos nos quais ele era um escritor: o seu eterno abrir da mala onde está a máquina de escrever. "Estava uma escura e tempestuosa noite..." foi tirado de uma história de Edward George Bulwer-Lytton escrita em 1830 chamada Paul Clifford. O contraste entre a existência de Snoopy no mundo dos sonhos e de Charlie Brown no mundo real é o centro do humor e da filosofia de Peanuts (ver ex: Título de um livro: "A vida é um sonho, Charlie Brown").
  
Abaixo seguem algumas imagens da coleção e suas respectivas funções:



Pião dançante Snoopy: Incline levemente o pião e deslize rapidamente o extremo inferior sobre uma superfície plana várias vezes. Apoie e solte para vê-lo girar.











Lupa Agente Secreto: observe os cartões através da lupa do Snoopy e descubra imagens ocultas. Traz dois cartões e tem um clipe para pendurar em bolsas, mochilas etc








Jogador de basquete: pressione várias vezes o botão que se encontra na parte posterior da cabeça do Snoopy e veja como a bola gira ao redor de sua cintura.








Escritor em relevo: coloque uma das folhas de papel que vêm com o brinquedo na abertura da base e pressione a carta que está na máquina de escrever. Você verá aparecer uma imagem em destaque sobre o papel. Enquanto você aperta a carta, Snoopy se inclina para a esquerda e direita, como se estivesse datilografando.


Lanterna Escoteiro: Ative o botão nas costas e a lanterna se acenderá. Tem um clipe para pendurar em bolsas, mochilas, etc que pode ser removido do brinquedo.









Carimbo Joe Cool: tire a tampa protetora que vem debaixo do brinquedo, pressione a figura de Joe Cool sobre uma das folhas de papel e você verá como se estampa uma imagem da cara do Snoopy.


Aviador: Deslize o brinquedo sobre uma superfície plana e você verá como Snoopy se balança para frente e para trás.











Carimbo Snoopy Helicóptero: Deslize a figura sobre uma folha de papel e você poderá ver as imagens que deixa o carimbo. Também as orelhas do Snoopy podem ser giradas manualmente como uma hélice.



Lançador mascarado: apoie a figura sobre uma superfície plana. Insira a parte fina do clipe que se parece com uma chave na abertura que se encontra na parte posterior do brinquedo. Pressione as extremidades para lançar Snoopy como um verdadeiro super herói.


Lançador Astronauta: Insira a parte fina do clipe que parece uma chave na abertura que se encontra na parte posterior da nave do Snoopy. Pressione ambos os extremos do clipe e você verá Snoopy ser lançado em sua nave.





Tanto a versão lançada aqui no Brasil quanto a lançada no exterior, contam com 10 itens na coleção, porém alguns itens foram substituídos em cada pais.

Abaixo segue imagens de possíveis versões dessa coleção lançadas em outros países que possivelmente não serão disponibilizados na coleção que chega no Brasil:



26 janeiro 2018

BONECAS DO FILME UMA DOBRA NO TEMPO

|


Com a adaptação cinematográfica do livro UMA DOBRA NO TEMPO cada vez mais próxima do seu lançamento(sinceramente estou mega ansioso) a Disney já disponibilizou imagens dos protótipos das bonecas  Quequeé, Quem e Qual, que particulamente adorei! Agora chega de enrolação e confiram a baixo as fotos e também o trailer do filme!

Uma Dobra No Tempo (A Wrinkle in Time) é um futuro filme americano de ficção científica, fantasia, aventura. O filme conta com a direção por parte de Ava DuVernay e é escrito por Jennifer Lee. Tem data de lançamento no Brasil prevista para 29 de março de 2018, contando com um orçamento de 103 milhões USD, o filme contará com a trilha sonora composta por Ramin Djawadi, Jonny Greenwood, é uma produção de James Whitaker e Catherine Hand.

Contando com um elenco de peso, Uma Dobra no Tempo tem tudo pra ser uma ótima adaptação, Oprah Winfrey no papel de Mrs. Which, Reese Witherspoon como Mrs. Whatsit, Mindy Kaling como Mrs. Who, Chris Pine no papel de Dr. Alex Murry e Zach Galifianakis como o Happy Medium. Os papeis principais ficam por conta dos atores Levi Miller como Calvin O'keefe, Storm Reid no papel de Meg Murry e Deric McCabe no papel de Charles.







Confira a baixo o maravilhoso trailer, 


RESENHA: UMA DOBRA NO TEMPO – MADELEINE L’ENGLE

|

TITULO: UMA DOBRA NO TEMPO
SERIE: VIAJANTES NO TEMPO
VOLUME: 1
ISBN: 9788595081758
IDIOMA: PORTUGUÊS
ENCADERNAÇÃO: CAPA DURA
GÊNERO: FICÇÃO CIENTIFICA /INFANTO JUVENIL/FANTASIA
FORMATO: 14 X 21
PÁGINAS: 240
ANO DE EDIÇÃO: 2017
EDIÇÃO: 1ª
EDITORA: ROCCO
AUTOR: MADELEINE L'ENGLE
TRADUTOR: SONIA COUTINHO
CLASSIFICAÇÃO: 4/5

SINOPSE:

Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar. “Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim. ” O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente…. Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço. (Resenha: Uma Dobra no Tempo – Madeleine L’Engle)

RESENHA:

O livro Uma Dobra no Tempo nos apresenta a saga dos irmãos Meg e Charles, que sai numa jornada em busca de seu pai, que encontra-se atualmente desaparecido, nessa jornada eles contarão com a ajuda do amigo Calvin. Ao que tudo indica o pai deles perdeu-se em algum lugar do espaço. Todo esse enredo conta também com a ajuda de alguns seres pra dar inicio a aventura, as senhoras Quequeé, Quem e Qual. Como se não bastasse tudo isso, pra completar toda a maravilha ficcional que possui esse livro, os  nossos protagonistas não só descobrirão a existência de habitantes em diversos planetas como também poderão contar com a ajuda deles, onde cada uma por sua vez se mostra mais peculiar que o outro.

Como boa fórmula para o sucesso em uma história do gênero, nesse livro se mantém, também, na composição dos protagonistas. como já é rotineiro nesse tipo de enredo, os protagonistas formam um trio em que cada um complementa as qualidades e sustenta os defeitos do outro. 

Com isso notasse a construção das lições de companheirismo assim como também o fortalecimento dos laços de amizade que por sua  vez encontram-se nas entrelinhas das falas dos personagens mais velhos da trama. A fim de permitir que nos transportássemos para a pele do personagem preferido de forma a vivermos á aventura em questão,os protagonistas foram bem desenvolvidos para que pudêssemos nos vincular a eles de forma quase imediata. Esse é um livro tão peculiar que tem a capacidade de nos fazer perder a noção do tempo enquanto viajamos nos longínquos inexplorados do universo com essa leitura.

Como se já não tivesse tudo para ser um clássico de fantasia com seus elementos fantásticos, o livro ainda aborda também a ciência, trazendo teorias e experimentos, utilizando-se de uma metodologia bem inteligente para isso, além de trazer as tão famosas e importantes lições de amor, união, amizade, que são inerentes a esse gênero. Uma curiosidade desse livro, é o fato de à autora ter recheado com obras de citações bíblicas, esse livro passou a ser classificado, por alguns, com um termo “ficção científica cristã”. Mas sempre se preocupando em mostrar respeito as diversas interpretações que cada um dos leitores possa fazer desses ensinamentos. O livro por sua vez não deve ser confundido com um manifesto religioso, longe disso, todos os seus ensinamentos é comummente encontrado em varias outras obras desse gênero, pelo fato de que esses ensinamentos se caracterizam como parte da essência de uma fantasia infanto-juvenil.

Esse tipo de livro há muito tempo não faz parte das minhas listas de leituras. Se mostra claramente como uma obra infanto-juvenil, mesmo assim toda a trama é pensada minunciosamente para encantar também os leitores adultos ávidos por recordar um pouco da magia da infância, com seu enredo de aventuras seguindo viagens estelares para outros planetas, além da mistura de ficção científica com fantasia, o livro engloba todos esses elementos que são capazes de capturar nossa imaginação nos levando ao “mundo dos sonhos”, como o visitado pela Alice, assim como Nárnia, Hogwarts, ou a Terra do Nunca. Mas o mais importante dessa leitura é se entregar a aventura sem pressa de concluir.

21 janeiro 2018

RESENHA: NÃO DURMA - MICHELLE HARRISON

|

TITULO: NÃO DURMA
SERIE: ---
VOLUME: ÚNICO
ISBN: 9788528620733
IDIOMA: PORTUGUÊS
ENCADERNAÇÃO: BROCHURA
GÊNERO: TERROR/SUSPENSE
FORMATO: 16 X 23
PÁGINAS: 378
ANO DE EDIÇÃO: 2017
EDIÇÃO: 1ª
EDITORA: BERTRAND BRASIL
AUTOR: MICHELLE HARRISON
TRADUTOR: ----
CLASSIFICAÇÃO: 4/5

SINOPSE:
O assustador romance da autora best-seller de Os 13 Tesouros. Elliott, um garoto de 17 anos, não dorme bem desde o acidente que quase o matou. Às vezes, ele fica em um estágio meio adormecido, meio acordado e se vê cercado por silhuetas em movimento. Em outras, é ele quem se move, enquanto seu corpo permanece inerte na cama. Médicos dizem que a paralisia do sono e as experiências extracorpóreas são inofensivas — mas, para Elliott, elas são assustadoras. 

Determinado a descobrir o que está acontecendo, ele consegue um emprego em um museu conhecido por ser mal-assombrado. É onde conhece a enigmática Ophelia. À medida que os dois ficam mais próximos, Elliott se torna o foco de ainda mais atenção dos mortos. Certa noite, ao retornar de uma experiência extracorpórea, ele não encontra o próprio corpo. Alguma coisa está o ocupando, algo morto que quer viver de novo — e quer Ophelia também...

RESENHA:

Esse livro aborda uma temática que por si só já desperta o interesse das mentes mais curiosas, experiências de quase-morte são uma grande aposta quando se trata de histórias do gênero  suspense e terror. Por possuir uma capacidade de abordar inúmeras possibilidades para os autores usarem e abusarem da criatividade conseguindo assim propiciar para nós, leitores, uma trama com o enredo capaz de gelar a espinha e te fazer usar as cobertas como escudo na hora de dormir no escuro. O livro Não Durma, da autora Michelle Harrison, apresenta o que pode ser considerado ótimos ingredientes para um excelente livro do gênero do suspense.

A narrativa do livro conta com uma linguagem bem tranquila, Não Durma tem a capacidade de conseguir te envolver com extrema facilidade, te deixando envolvido com a história de Elliott, um garoto que após um acidente de carro, passou alguns minutos morto e teve a infelicidade de vivenciar o que se caracteriza como uma experiência extracorpórea. Porém agora, esse fenômeno está se repetindo constantemente, e ao que tudo indica Elliot não tem controle sobre quando isso pode ocorrer. Como se não bastasse tudo isso, devido as constantes experiências extracorpóreas muitos espíritos de pessoas falecidas estão sendo atraídas pra ele.

Com esse enredo que tem tudo pra dar certo a autora conseguiu desenvolver um ótimo suspense, porém perde um pouco do lado sombrio por tender a um romance juvenil(Aposto que ela acrescentou isso a história pra garantir o sucesso de vendas, visto que esse é o gênero que mais popular atualmente). O drama de vida que é a vida de Elliott aliada a iminente paixão por Ophelia consegue tornar o desenvolvimento da história envolvente. Porém a carta na manga que a autora usou pra conseguir atenção pra sua história, foi aliar ao mesmo tempo, esse romance com todos os mistérios que vão surgindo e vão nos enchendo  de uma expectativa, porém ela pecou por não conseguir atender a enorme expectativa instaurada ao longo do livro, pois as mesmas não se concretizam no momento em que as verdades vêm à tona, o que acaba deixando uma sensação de que poderia ter algo a mais. Mesmo seguindo um ritmo tranquilo empregado á narração ela errou feio no momento que deveria levar tudo para o grande clímax, pois nesse momento ele fez de forma rápida, com ânsia de encerrar a história. A pressa em trazer tudo a tona e finalizar o livro caracterizaram um erro que prejudicou muito a qualidade dessa história para o leitor que de fato se envolveu com cada detalhe minimo que foi apresentado ao decorrer da história.

Para aquelas pessoas que são grandes fãs de histórias que tem a capacidade de tirar o sono causando pesadelos a noite, esse livros vai deixar muito a desejar podendo soar fraca. Mas essa é uma leitura que vale a pena.

18 janeiro 2018

RESENHA: TARTARUGAS ATÉ LÁ EMBAIXO

|

LEIA UM TRECHO AQUI
TITULO: TARTARUGAS ATÉ LÁ EMBAIXO
SERIE: ---
VOLUME: ÚNICO
ISBN: 9788551002001
IDIOMA: PORTUGUÊS
ENCADERNAÇÃO: BROCHURA
GÊNERO: FICÇÃO/ROMANCE
FORMATO: 14 X 21
PÁGINAS: 256
ANO DE EDIÇÃO: 2017
EDIÇÃO:
EDITORA: INTRINSECA
AUTOR: JOHN GREEN
TRADUTOR: ANA RODRIGUES CLASSIFICAÇÃO: 4/5

SINOPSE:


Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances: Tartarugas até lá embaixo.

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido - quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro - enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Repleto de referências da vida do autor - entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância -, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e - por que não? - peculiares répteis neozelandeses.

RESENHA:

Nessa história nos é apresentado a personagem Aza Holmes, uma jovem de 16 anos, que sai em busca de uma recompensa de 100 mil dólares, oferecida para quem venha a encontrar um milionário desaparecido, e como os amigos sempre estão presentes na nossa vida, não poderia ser diferente pra Aza, que acaba decidindo por levar junto de si, a sua melhor amiga Daisy. Com esse enredo bem simples que nos é mostrado logo de cara, já daria pra deduzir que seria mais um romance adolescente como tantos outros já vistos por ai, porém, não podemos esquecer que esse livro é escrito pelo Johb Green, e com essa informação em mente, vemos que a personagem principal, Aza, sofre de TOC, transtorno obsessivo compulsivo, e essa leitura nos põe numa viagem com um misto de agonia e desespero que é a mente da Aza, tudo isso acaba impactando no resto do enredo, que acabam não tendo tanta importância se tornando pano de fundo pra história, essa leitura muito bem elaborada, é capaz de transmitir uma sensação de agonia e  desespero pelo qual a personagem vive, que acaba penetrando na nossa alma.

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) é um transtorno comum, crônico e duradouro. É caracterizado pela presença de obsessões e/ou compulsões. Obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens recorrentes e persistentes que são vivenciados como intrusivos e indesejados. Compulsões são comportamentos repetitivos ou atos mentais em que um indivíduo se sente compelido a executar em resposta a uma obsessão ou de acordo com regras que devem ser aplicadas rigidamente. Quando foi realizado o anuncio do lançamento desse novo livro, o autor John Green tornou público que, apesar de ser um livro de ficção, essa história tem muito de si próprio. Em Tartarugas até lá embaixo temos a oportunidade de ter uma noção exata de como a doença afetou o autor por tantos anos.

Para completar, como se a história de Aza já não fosse impactante por si só, o autor, assim como em todos os seus livros anteriores, nos envolve em mais um romances improvável e que mesmo sendo esperado os desfechos, se mostram sempre surpreendentes, reflexões sobre reencontros inesperados, o valor que tem uma amizade verdadeira e família na tomada de decisões difíceis. Essa história não deixa brechas para dúvidas ou qualquer ponto sem explicação, cada trecho que compõe o livro está lá por algum motivo e por mais simples que seja, acaba mostrando-se relevante para o desfecho da história.

O livro, mesmo retratando uma história ficcional, se trata de uma forma encontrada pelo autor John Green, de declarar o seu amor e confiança  para com o seu público.

Confira também a resenha do livro Will e Will, uma parceria entre John Green e David Levithan



05 janeiro 2018

Rocco :: Lançamentos Janeiro 2018

|






Tradução: Geni Hirata
 ISBN: 978-85-325-3099-8
Código: 9788532530998
Formato: 16x23 cm
Páginas: 624
Preço: R$ 69,90
ISABEL DE CASTELA A primeira grande rainha da Europa Giles Tremlett

Em 1474, uma mulher de 23 anos subiu ao trono de Castela, o mais poderoso reino da Espanha, naquela época dividida em cinco reinos conflitantes entre si. Diante dela, o desafio considerável de ser uma soberana jovem em um mundo predominantemente dominado pelos homens e o de reformar e unir uma importante nação europeia. Desafios que ela encarou com coragem e determinação, tornando-se a pioneira do seleto clube de grandes soberanas europeias que inclui Elizabeth I da Inglaterra, Catarina, a Grande, da Rússia, e a rainha Vitória da Grã-Bretanha. Nesta aclamada biografia, o jornalista e historiador inglês Giles Tremlett apresenta, com riqueza de detalhes e um estilo envolvente, a trajetória de “Isabel, a Católica” – alcunha que conquistou não só em função de sua fé, mas principalmente pelo vigor com que empreendeu a Reconquista cristã da Espanha do domínio muçulmano –, que liderou exércitos, transformou uma nação convulsionada numa das maiores potências do mundo e financiou a viagem de Cristóvão Colombo à América, entre outros feitos. 

PONTO FORTE: Com sólida pesquisa histórica e narrativa envolvente, a biografia Isabel de Castela narra a trajetória da lendária e controversa esposa de Fernando II de Aragão, uma das mais importantes soberanas europeias de todos os tempos. O livro chega ao Brasil em meio às discussões sobre a independência da Catalunha e após o sucesso da série televisiva Isabel, a Rainha de Castela. 

PRATELEIRA: Catarina, a grande e Nicolau e Alexandra, de Robert K. Massie, e outras biografias de personagens históricos.


Tradução: Geni Hirata
 ISBN: 978-85-325-3093-6
Código: 9788532530936
 Formato: 14x21 cm 
Páginas: 336 
Preço: R$ 54,90
ESTAMOS TODOS COMPLETAMENTE TRANSTORNADOS Karen Joy Fowler

Rosemary Cooke já teve uma irmã, repentinamente tirada do convívio familiar, e já sofreu o bastante por conta disso. Aos 22 anos, ela acaba de entrar para a Universidade da Califórnia e decide acertar as contas com a sua infância. Autora do bestseller O clube de leitura de Jane Austen, que virou filme e foi publicado no Brasil pela Rocco em 2017, Karen Joy Fowler ganhou o PEN/Faulkner Award e foi finalista do Man Booker Prize com o delicado e perturbador Estamos todos completamente transtornados, em que conta a história de um casal de cientistas que leva às últimas consequências seus experimentos com chimpanzés, na década de 1970. Narrado em flashback pela filha caçula dos Cooke, Rose, o romance, que também figurou na prestigiada lista anual de livros notáveis do jornal The New York Times e recebeu resenhas elogiosas dos principais veículos internacionais, escancara as fragilidades do comportamento humano e das relações familiares, com doses iguais de humor e amargura. 

PONTO FORTE: Um drama familiar surpreendente e de contornos tragicômicos sobre atitudes bem-intencionadas e consequências devastadoras. A autora mostra importantes aspectos da psicologia animal em contraste com o comportamento humano e social. 

PRATELEIRA: O clube de leitura de Jane Austen, da mesma autora, e dramas familiares ao estilo de Tomates verdes fritos, O pai da noiva e Pequena Miss Sunshine, entre outros.


Tradução: Ângela Pessoa
ISBN: 978-85-325-3076-9
Código: 9788532530769 
Formato: 14x21 cm 
Páginas: 384
Preço: R$ 59,90
AMANTES MODERNOS Emma Straub

Autora, entre outros, de Os veranistas, também publicado no Brasil pela Rocco, e colaboradora de veículos como Vogue e The New York Times, Emma Straub coleciona elogios pela forma sensível e bem-humorada com que esquadrinha o cotidiano e as relações amorosas e familiares no mundo atual. Em Amantes modernos, Andrew, Elizabeth e Zoe se conhecem desde a faculdade, época em que tinham uma banda e muitos sonhos. De lá pra cá, eles se casaram – Elizabeth com Andrew, Zoe com Jane – e deram início a negócios e famílias, sempre fazendo de tudo para agarrar-se à identidade da juventude. Mas é no verão em que seus filhos estão prestes a entrar na faculdade e decidem ir para a cama juntos que estes amigos de longa data colocam seus próprios passados em perspectiva e se dão conta de que a idade finalmente chegou, e é preciso passar o bastão para a geração seguinte.

PONTO FORTE: Bestseller do The New York Times e publicada em 15 países, Emma Straub aborda temas como amadurecimento e nostalgia da juventude, crises conjugais e de meia-idade e relacionamento entre pais e filhos em mais um delicioso romance com toques de comédia de costumes. Leitura perfeita para as férias de verão. 

PRATELEIRA: Os veranistas, da mesma autora; O clube de leitura de Jane Austen, de Karen Joy Fowler.



Tradução: Adriano Lacerda 
e Marcos Siscar 
ISBN: 978-85-325-3097-4
Código: 9788532530974
Formato: 14x21 cm
Páginas: 192
Preço: R$ 44,90
NOTÍCIAS EM TRES LINHAS Félix Fénéon

“Cochet, nas redondezas de Bordeaux, não sabia que a espingarda estava carregada. Estava. Dois órfãos.” Muito antes da invenção do Twitter, o editor e crítico de arte Félix Fénéon fez sucesso com uma coluna de pílulas noticiosas em 135 caracteres no jornal francês Le Matin. O ano era 1906, e Fénéon soube exprimir com maestria o espírito de sua época, ao contar fatos curiosos do dia a dia de Paris e de seus arredores com olhar crítico e humor cáustico. Reunidas por Adriano Lacerda e Marcos Siscar, que assinam também o texto de apresentação do livro, essas Notícias em três linhas revelam não só a perspicácia de Fénéon e sua incrível capacidade de síntese ao narrar os acontecimentos mais comezinhos, mas também uma visão um tanto desencantada da modernidade, ao colocar em evidência principalmente o caos e a violência presentes no cotidiano parisiense no início do século XX.

PONTO FORTE: Transitando entre o jornalismo e a literatura, Notícias em três linhas pinta um retrato agridoce da belle époque francesa, que exerceu enorme influência sobre escritores, artistas e intelectuais brasileiros da virada do século XX. 

PRATELEIRA: Demais livros da coleção Marginália (A aventura do estilo – Ensaios e correspondência de Henry James e Robert Louis Stevenson, e A de perda de si, de Antonin Artaud) e títulos sobre jornalismo literário, crônica, belle époque.

Tradução: Elisa Nazarian
ISBN: 978-85-9517-018-6
Código: 9788595170186
Formato: 16x23 cm
Páginas: 336
Preço: R$ 49,90
GAROTAS MÁS Robin Wasserman

Battle Creek, Halloween de 1991. Principal estrela do basquete do ensino médio local, o popular Craig Ellison é encontrado morto com um tiro na cabeça e um revólver na mão. Em choque, os moradores da pequena cidade acreditam se tratar de um caso de suicídio, especialmente após surgirem rumores sobre rituais de adoração satânica na região. Mas à medida que a rebelde e carismática Lacey Champlain se aproxima da tímida e solitária Hannah Dexter, segredos assustadores envolvendo a morte de Craig podem vir à tona. Vidrada por Kurt Cobain, a sedutora Lacey aos poucos transforma a impressionável Hannah numa cópia de si mesma. E as consequências dessa amizade obsessiva são sombrias e violentas. 


PONTO FORTE: Neste thriller psicológico ambientado no início dos anos 1990, uma garota inocente e uma rebelde e sedutora fã de Kurt Cobain iniciam uma amizade que deixará marcas profundas e violentas em suas vidas. 

PRATELEIRA: Marlena, de Julie Buntin, Eu estou pensando em acabar com tudo, de Ian Reid, Querida filha, de Elizabeth Little.


Tradução: Lucas Peterson
ISBN: 978-85-68263-61-7
Código: 9788568263617
Formato: 15,7x22,7 cm
Páginas: 336
Preço: R$ 59,90
O PRÍNCIPE ADORMECIDO A Herdeira da Morte #2 Melinda Salisbury

Indicado aos Prêmios Edgar e Anthony, na categoria Melhor Livro Jovem Adulto, O príncipe adormecido é o segundo volume da série de fantasia A Herdeira da Morte, da britânica Melinda Salisbury. Na trama, Errin Vastel cuida da mãe e sobrevive da venda clandestina de suas poções e ervas medicinais. Mas quando o Príncipe Adormecido desperta de seu sono encantado e a aldeia onde vivem precisa ser evacuada devido à ameaça de uma guerra sangrenta, as coisas se tornam ainda mais difíceis para a jovem. Desabrigada e temendo pela mãe e por sua própria vida, ela se vê obrigada a confiar no misterioso Silas Kolby, que promete ajudá-la. Silas, porém, tem seus próprios segredos e, quando ele desaparece sem aviso, Errin parte sozinha numa perigosa jornada por um reino à beira da guerra. E o que ela descobre pelo caminho não só abala suas convicções e desconstrói tudo em que sempre acreditou, mas também exigirá que ela faça uma escolha difícil que pode mudar o futuro de todo o reino.

PONTO FORTE: Série de fantasia instigante, com toques de conto de fadas e mitologia, protagonizada por uma heroína forte e independente. 

PRATELEIRA: A herdeira da morte, primeiro volume da série, e obras de fantasia contemporânea como a série Crônicas Lunares, de Marissa Meyer (Cinder, Scarlet, Cress, Winter e Levana).


Tradução: Débora Isidoro
ISBN: 978-85-7980-360-4
Código: 9788579803604
Formato: 13,7x20,7 cm
Páginas: 384
Preço: R$ 59,90
99 DIAS Um complicado amor de verão Katie Cotugno

Será que um erro pode definir quem você é? Molly Barlow traiu seu namorado. Com o irmão dele. E a mãe dela fez o favor de escrever um livro contando a sua história, que deveria ser um segredo entre elas. Um livro que se tornou um bestseller, e que virou a vida de Molly de cabeça para baixo. Para fugir da espiral de ódio e fofoca que suscitou em Star Lake, a garota decide viver um ano fora, num internato. Mas quando volta à cidade no verão, para passar os 99 dias que faltam até entrar para a faculdade, ela tem que acertar as contas com aqueles que lhe fizeram mal e tentar resgatar os laços com quem era especial para ela. Autora do bestseller Duas vezes amor, também publicado pela Rocco Jovens Leitores, Katie Cotugno conta a história de Molly Barlow em 99 capítulos – ou dias – de leitura vertiginosa, em que aborda temas como amor, traição, culpa e perdão.


PONTO FORTE: Um romance juvenil sincero e envolvente sobre relacionamentos, escolhas difíceis e a importância de respeitar os próprios sentimentos. 

PRATELEIRA: Duas vezes amor, da mesma autora; O verão em que salvei o mundo em 65 dias, de Michele Weber Hurwitz; Meu coração e outros buracos negros, de Jasmine Warga, e outros.


Ilustrações: Elma
ISBN: 978-85-62500-91-6
Código: 9788562500916 
Formato: 21x26,5 cm
Páginas: 40
Preço: R$ 64,90
BLIMUNDO O maior boi do mundo Celso Sisto

Autor de mais de 80 livros para crianças e jovens, o premiado escritor e contador de histórias Celso Sisto estreia na Rocco com Blimundo – O maior boi do mundo, um conto da tradição popular de Cabo Verde. Com ilustrações da pernambucana Elma, o livro conta a história de um boi grande, forte, apaixonado pela liberdade e pela natureza, que vive num reino dominado por um tirano. Inconformado com a ousadia de Blimundo, o único que não serve aos seus caprichos, o poderoso Senhor Rei Morgado põe seus soldados à caça do famoso boi. Mas não há exército capaz de derrotar Blimundo, que entre coices para todo lado, muge com valentia: “De sete em sete, fica El Rei sem nenhum valete!” Há, porém, um rapaz franzino, tocador de cavaquinho, que conhece o maior segredo de Blimundo, e que apresenta ao rei um plano infalível para capturá-lo. Será o fim desse boi extraordinário cujo único erro é acreditar no amor, na paz, na liberdade e na justiça?


PONTO FORTE: Uma história do folclore português que aborda temas como liberdade e escravidão, democracia e tirania, lealdade e traição, amor e morte, narrada numa prosa rica em rimas e musicalidade e enriquecida com belas ilustrações. 

PRATELEIRA: O leão de tanto urrar desanimou, de Paulo Valente, e outros livros de fábulas e contos populares para crianças.

02 janeiro 2018

RESENHA: ORIGEM - DAN BROWN

|

TITULO: ORIGEM
SERIE: AS AVENTURAS DE ROBERT LANGDON
VOLUME: 5
ISBN: 9788580417661 
IDIOMA: PORTUGUÊS
ENCADERNAÇÃO: BROCHURA
GÊNERO: FICÇÃO POLICIAL/ MISTÉRIO/ SUSPENSE
PÁGINAS: 432
FORMATO: 23cm X 16cm
ANO DE EDIÇÃO: 2017
EDIÇÃO: 1ª EDIÇÃO
EDITORA: ARQUEIRO
AUTOR: DAN BROWN
TRADUTOR: ALVES CALADO 




SINOPSE:

Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete “mudar para sempre o papel da ciência”.

O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, há 20 anos, agora ele está prestes a revelar uma incrível revolução no conhecimento… algo que vai responder a duas perguntas fundamentais da existência humana.

Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre.

Diante de uma ameaça iminente, Langdon tenta uma fuga desesperada de Bilbao ao lado de Ambra Vidal, a elegante diretora do museu que trabalhou na montagem do evento. Juntos seguem para Barcelona à procura de uma senha que ajudará a desvendar o segredo de Edmond Kirsch.

Em meio a fatos históricos ocultos e extremismo religioso, Robert e Ambra precisam escapar de um inimigo atormentado cujo poder de saber tudo parece emanar do Palácio Real da Espanha. Alguém que não hesitará diante de nada para silenciar o futurólogo.

Numa jornada marcada por obras de arte moderna e símbolos enigmáticos, os dois encontram pistas que vão deixá-los cara a cara com a chocante revelação de Kirsch… e com a verdade espantosa que ignoramos durante tanto tempo.

RESENHA:

De onde viemos? Para onde vamos? Perguntas que regem a existência humana. É com essa premissa que o autor Dan Brown escreveu um enredo capaz de tirar o folego e te prender na leitura do começo ao fim. Pois acredito que todo mundo quer saber a resposta pra essas duas peguntas. Esse livro tem uma capacidade extraordinária de te deixar naquela curiosidade pra saber logo o final, esse fator é o que te faz não conseguir largar ele de forma alguma. Confesso que nos primeiros capítulos fiquei angustiado com os fatos que ocorrem, mas após a introdução tudo fica menos sufocante e começamos a acompanhar o nosso querido professor de simbologia, Robert Langdon.

Dessa vez Robert é introduzido na história como convidado do evento que promete responder as duas perguntas da humanidade, onde cuja estrela principal do evento é um dos seus ex-alunos. Mas devido a vários acontecimentos a revelação programada para o evento é interrompida por fatores que levam Robert a ser suspeito de envolvimento com a interrupção do evento, como também ser acusado de sequestro a futura rainha da Espanha, Ambra Vidal.

Como já é de costume, o professor Robert Langdon sempre conta com a companhia de uma companheira em suas aventuras, dessa vez não poderia ser diferente, dessa vez somos apresentados a Ambra Vidal, diretora do museu de Bilbao e noiva do príncipe da Espanha. Junto de Robert ela sai em busca do código capaz de transmitir a informação do evento que fora interrompido.

A história te passa uma adrenalina com as cenas de fugas, te faz torcer para que tudo der certo e juntos eles consigam transmitir a mensagem do Kirsh. A jornada até a senha capaz de fazer isso é muito arriscada, devido ao envolvimento de religiões influentes que se sentem ameaçadas pela revelação do Kirsch, e que estão disposto a tudo para silenciar essa descoberta. Robert e Ambra precisam lidar com a mídia em seu encalço que dificulta a jornada soltando informações na maioria das vezes deturpadas sobre ambos.

Essa é uma história repleta de informática, com direito até a participação de uma inteligência artificial que auxilia o professor Robert. Como é de praxe, nos livros do Dan Brown esse também é repleto de visitas a monumentos e obras de artes famosas da vida real, além de ser uma excelente aula de história sobre a Espanha, também há um pouco de aula de física e até biologia evolucionaria.

A arte de capa se encaixa perfeitamente na história, pois apresenta uma escada em espiral que faz alusão a um animal já extinto que tem tudo a ver com o tema abordado nesse livro, além de contar com um enredo super rico em detalhes,que te permite criar uma imagem da cena que está sendo narrada com bastante precisão, além de contar com informações dignas de uma aula, tudo isso pra que você não perca nenhum detalhe do que ocorre.

Esse enredo foi bem executado, pois tudo ocorre no tempo certo, detalhes cruciais interligam-se e revelam informações inimagináveis, como também a brilhante escrita do Dan Brown te fazem deduzir fatos que futuramente ele te contradiz e você fica surpreso com o que realmente ocorre nessa história.

 

28 dezembro 2017

RESENHA: TREZE - FML PEPPER

|


TITULO:TREZE
SERIE:
VOLUME: 01
ISBN: 9788501110930
IDIOMA: PORTUGUÊS
ENCADERNAÇÃO: BROCHURA
GÊNERO: YOUNG ADULT
FORMATO: 22,6 x 15,6 x 2,6 cm
PÁGINAS: 406
ANO DE EDIÇÃO: 2017
EDIÇÃO:
EDITORA: GALERA
AUTOR: FML PEPPER
TRADUTOR:
CLASSIFICAÇÃO: 4/5


RESUMO:

"O azar pode ser a sua ruína. A sorte também. Da mesma autora da trilogia Não pare! Rebeca. Uma garota sem escrúpulos ou fé, criada para ser ladra. O esquema para o novo e maior golpe de sua vida é irretocável, perfeito... até encontrar Madame Nadeje, a enigmática cartomante do decadente parque de diversões. Ouvir seus segredos mais íntimos seguidos de profecias perturbadoras, entretanto, não impedem Rebeca de ir adiante. Seu mundo matemático e lógico desmorona ao enfrentar as previsões da vidente, e sua vida se transforma em um pesadelo. Karl, um orgulhoso e passional lutador de MMA, passa por uma grande decepção. Incapaz de aceitar derrotas, ele comete um erro estúpido e, de herói, se torna vítima em segundos. Um acidente deixa em seu cérebro um coágulo inoperável que pode se romper num piscar de olhos. Determinado a esconder a terrível condição de todos, ele resolve levar uma vida tranquila e passar longe de brigas. Um plano perfeito... até conhecer Rebeca. "

RESENHA:


 O livro "Treze", da autora FML Pepper, apresenta uma capacidade excepcional de te conquistar simplesmente pela leitura da sinopse, além do fato dessa capa contar com uma arte tão incrível. Esse aquele tipo de livro que tem a capacidade de te fazer pensar nas mais variadas possibilidades, fazendo com que ao longo das cenas você vai sendo completamente surpreendido, o sentimento que a autora passa por meio dos personagens faz com que a gente acabe torcendo para que no final tudo acabe bem.

A princípio você acaba notando que a personagem Rebeca pode se considerar com muito irritante além de tudo com a vida confusa repleta de golpes. Porém em alguns,(quase todos), momentos, você sente a necessidade de encontrar com ela pra jogar a real. Com exceção disso, ela é uma personagem que ela pode se tornar uma personagem considerada legal, pois ela sabe o momento certo de dar uma pausa.

O personagem Karl, é difícil falar sobre ele sem falar de mais. Ele encanta pelo seu jeito de ser, sua personalidade, seus medos e pela maneira como se relaciona com a Rebeca. Por mais que algumas coisas o desanimem tanto, há várias motivações nesse percurso. Porém nem sempre foi dessa forma, e é com essa premissa que te garanto que vale a pena entender mais sobre sua caminhada de desafios.

Quando a questão é desafios, nas páginas desse livro há muito o que se questionar. Esse é aquele tipo de livro que quando você acha que as coisas, enfim, podem começar a dar certo, acontecem reviravoltas, e entram em cena outras questões e parece que tudo tende a desmoronar novamente. Essa leitura te provoca uma aflição em vários momentos, mesmo com momentos já esperados, esse livro consegue te emocionar.

Esse livro é tão apaixonante, consegue representar e unir personagens tão diferentes, mas que ao longo da história conseguem se superar muito. Esse enredo passa lição muito especial, capaz de nos fazer refletir sobre o quanto devemos agradecer pela vida que temos, além de aprender a dar valor aos que vivem ao nosso redor e valorizar o que realmente nos faz bem, e que nos motiva a ser melhores pessoas.

Clique aqui para ler um trecho desse livro:Treze - FML Pepper

Ever After High: Uma Aula de Clássicos! #2 Traduzido

|



História Dois: O Flautista de Hamelin



Apple e Raven ficam surpresas ao ver Kitty e Melody. As quatro garotas se encontram na sala de aula de música em Ever After High. Um jovem rapaz estudante encontra-se nessa sala, onde a Raven tenta chamar sua atenção e acaba percebendo que ele não consegue vê-la nem ouvi-la. Isso porque as quatro meninas só estão lá para testemunhar a cena. Elas não podem interagir com as pessoas. Naquele momento, o professor de música entra através da porta e chama o estudante masculino "Pied". Melody percebe que o aluno deve ser o pai dela! O Pied Pipper está tentando escolher e instrumento que o anima. Após uma tentativa falha com um trombone, ele testa uma flauta, e nesse momento uma música agradável preenche toda a sala. . . bem como vários ratos! Mais tarde, Pied reclama com a Goldilocks(mãe da Blondie) e Charming que os ratos não vão embora. Ele ia pedir a Rose Red para sair com ele, mas agora com os ratos por aí, ele tem certeza de que Rose diria que não. Goldilocks afirma conhecer alguém que pode ajudar, e aponta para onde o gato Cheshire está relaxando em uma árvore próxima. O gato de Cheshire facilmente assusta os roedores, mas, em troca, Pied deve fazer um favor por ela. Demora um pouco para ela decidir, mas a Cheshire finalmente sabe o que pedir. Ela quer nomear o filho primogênito do Pied Piper! Ela pensa em escolher um nome tradicional Wonderlandiano, como "Gree" ou "Frumious". Kitty fica animada com a sua mãe, enquanto Melody está sem acreditar no está ouvindo. Ao ver a expressão do flautista, a Cheshire lhe diz que está apenas provocando, e que ela escolheria um nome musical como "Melody". Depois de tudo, ela gosta de nomes que terminam em "Y". Melody percebe que ela e seu pai amam seu nome. Eles devem estar em sincronia, afinal! Ao final da história, Kitty e Melody desaparecem.

Leia aqui a primeira parte:História Um: O Feitiço